[Valid RSS] Patinhas na Web: 2014

28 de dezembro de 2014

Pink, uma shytzu muito fofinha...

Pink com 50 dias. 
Ela foi a primeira peludinha que peguei para ser minha companheirinha. Era uma bolinha de pelos aruivados e brancos com mesclas negras. Foi paixão à primeira vista.


Cheia de personalidade, logo demonstrou que não gostava que a segurasse, abraçasse e pusessem  no colo, rosnava e esperneava. Agrados somente sem pegações. Tal comportamento era frustrante para mim, pois desejava uma cadelinha que apreciasse ficar no colinho. Fazer o quê? 


A carinha de zangada mostra bem que está incomodada por ser segura pela patinha. 


Tanta fofurice dava mesmo vontade de pôr no braço, fazer carinho e muitos agradinhos.


                   Minha bebezinha rabugentinha e mal humorada... 



17 de dezembro de 2014

Um jeitinho curioso de dormir...


A minha cadelinha Pituxa dormia de barriga para cima quando era ainda um baby? Eu achava uma fofurice gostosa de ver. Pink nunca dormia assim.


Não há estatísticas sólidas que reflitam a incidência de cachorros que gostam de dormir com a barriga para cima, mas uma pesquisa informal com donos de cachorros sugere que 5 a 10 por cento dos cachorros dormem com a barriga para cima frequentemente.
Esses números são apenas para pets. Talvez sem grandes surpresas, dormir com a barriga para cima não é um comportamento comum entre caninos selvagens. A sua preocupação com a segurança é a causa provável por sua falta de vontade de deixar tudo à mostra. Afinal, oferecer sua barriga macia quando se está na posição mais vulnerável não está na lista de interesses de um predador – e em sua natureza.


E isso pode ajudar a explicar porque alguns cachorros estão mais dispostos a dormir com a barriga virada para cima do que outros. Aparentemente, cachorros mais relaxados são mais vistos possuindo o hábito de dormir com a barriga para cima – os cachorros que seriam mais distantes em temperamento de seus primos selvagens. 

Pituxa com 1 ano e meio
Claro, há muito a ser dito no papel da socialização. Cachorros que possuem o hábito tendem a ser indivíduos seguros e bem socializados que gostam da segurança, estabilidade e conforto de seu lar.
Parece que essa posição favorita é uma preferência, acima de tudo.


Pituxa só me dá amor, alegria e muita companhia. É mansinha e calminha, adora colinho e dormir em minha cama.
É meu eterno bebezinho.

14 de dezembro de 2014

Eles são muito dignos de serem amados por nós.

Lulu da Pomerânea
A criação desse blog, dedicado às minhas três cadelinhas, deve-se ao meu desejo de ter suas fotos reunidas em um espaço somente delas, fatos ocorridos com elas, nossos momentos de alegria, vividos ao longo do tempo maravilhoso que temos vivido juntas.

Por outro lado, quero compartilhar com outras pessoas que amam os bichos o meu amor pelos animais.
Esses bichinhos nem sempre recebem o amor e os cuidados que merecem, muitos são cruelmente maltratados, abandonados e desprezados pelos seus donos, deixados na rua sem amparo e expostos a maldade das pessoas indiferentes para o fato de que eles sofrem e sentem como nós, que não têm como pedir alimentos e água. 

Na velhice, é quando mais precisam de seus donos e, é quando muitos são abandonados, porque dão trabalho, não são mais bonitinhos como quando eram mais novos. No entanto, eles amam e são fiéis a esses mesmos donos cruéis que os abandonam. 

Bichon Frisée
Sinto imensa pena dos cães de rua, magros, sofridos, maltratados e abandonados. Esses das fotos acima são muito fáceis de amar. São lindos e fofinhos. Difícil é ver os feiosos e maltratados cães de rua serem amados, ou, pelo menos, respeitados. 

21 de novembro de 2014

Paquita com 3 aninhos... fofurice demais!


Paquita fotografada na praia de Jacumã em agosto de 2014. Linda e hiperativa, ela faz a alegria da casa e das duas irmãs peludinhas.

É difícil não se apaixonar por essa peludinha amorosa, cheia de gracinhas e carinho com as pessoas.

Se pedirmos beijo , ela logo vem para dar uma lambidinha. 

Se batermos palminhas para ela, logo fica de pé nas patinhas traseiras, batendo as patinhas da frente, movimentando-se para trás, para a frente, dando rodadinhas acompanhadas de latidinhos festivos. Quando quer subir no nosso colo, faz esse ritual... Se a aplaudimos, logo pula e se acomoda. Usa esse ritual para conseguir várias coisas, pedir comida, subir na cama, ao entrar uma visita em nossa casa... É uma exibida adorável.

Paquita é tudo de bom. 


Paquita com 3 aninhos... fofurice demais!


Paquita fotografada na praia de Jacumã em agosto de 2014. Linda e hiperativa, ela faz a alegria da casa e das duas irmãs peludinhas.
É difícil não se apaixonar por essa peludinha amorosa, cheia de gracinhas e carinho com as pessoas.
Se pedirmos beijo , ela logo vem para dar uma lambidinha. 
Se batermos palminhas para ela, logo fica de pé nas patinhas traseiras, batendo as patinhas da frente, movimentando-se para trás, para a frente, dando rodadinhas acompanhadas de latidinhos festivos. Quando quer subir no nosso colo, faz esse ritual... Se a aplaudimos, logo pula e se acomoda. Usa esse ritual para conseguir várias coisas, pedir comida, subir na cama, ao entrar uma visita em nossa casa... É uma exibida adorável.

Paquita é tudo de bom. 


30 de outubro de 2014

Pink lesionou a córnea do olho direito... Que aflição!


Pink tem problemas sérios de saúde. Seus olhinhos são secos, precisando de remédio (colírio ) para estimular a lubrificação. Se não tivesse sido descoberta a doença bem cedo, ela estaria cega. 
Como é muito danadinha, já feriu a córnea do olho direito 5 vezes, esfregando o olho nas quinas das mesas ou cadeiras. Aí, as coisas se complicam, pois tenho que pôr pomada dentro do olho lesionado e fazê-la usar um colar elizabetano em forma de cone para evitar um mal maior.
Desta vez a lesão foi profunda. O tratamento vai se prolongar por mais de 30 dias. A coitadinha teve febre, ficou desalentada, sentindo dor e precisando de muito carinho, cuidados e atenção. 
Sei que um dia ela ficará cega. Mas, lutarei para que isso não aconteça tão cedo... Ela não merece.  Farei tudo para que tenha uma velhice amena. Mesmo que fique cega, procurarei dar uma vidinha normal a ela, com os passeios que gosta, os carinhos redobrados e muito amor em torno dela.

19 de outubro de 2014

Pink e Pituxa


                                          Pituxa com 3 meses e Pink com 2 anos e 3 meses

                                 Pituxa com 1 ano e 9 meses //// Pink com 3 anos e 9 meses

                                     Muito fofinhas e queridas

                                              Brincando de cavalinho, Pink montada em Pituxa



                                                                PINK e PITUXA bebezinhas


Pink e Pituxa

                  Pituxa com 3 meses e Pink com 2 anos e 3 meses

                 Pituxa com 1 ano e 9 meses //// Pink com 3 anos e 9 meses

                                     Muito fofinhas e queridas

                    Brincando de cavalinho, Pink montada em Pituxa



                                  PINK e PITUXA bebezinhas


12 de outubro de 2014

Paquita adulta: uma explosão de alegria!


Em abril de 2009, Paquita veio morar em minha casa, fazendo parte da minha feliz matilha. Foi uma alegria geral a permanência dela conosco, Pink foi a mais beneficiada, porque, com a companhia ruidosa e sapeca da nova irmazinha, foi se curando , cada vez mais, da ciumeira que a fazia tão agressiva comigo, arredia e mal humorada com Pituxa.


As brincadeiras com Pink e com Pituxa rolavam o dia inteiro. Só sossegavam para dormir. Paquita parecia gostar igualmente das outras duas, mas se comportava como se fosse a mãe de Pituxa.


Gostava de lamber a carinha da pequenina , como fazem as cadelas com seus filhotinhos. Era enternecedor ver o comportamento protetor dela com Pituxinha.


Com três peludinhas em casa, meu trabalho redobrou, mas adoro fazer tudo para elas, inclusive adestrá-las para não sujarem a casa, usando os tapetinhos  que disponibilizo para que façam suas necessidades. Todas aprenderam, sem muito tempo gasto, a fazer as coisas certinhas. Claro, que vez por outra, esqueciam os bons modos e sujavam o piso. É normal que isso aconteça...


Paquita adora brincar com bichinhos de pelúcia, inclusive com as irmãs, naquele pega-pega disputando o brinquedo. Adora meu colo e dormir na caminha dela, no meu quarto.
Não tem como não amar essa peludinha...

Paquita adulta: uma explosão de alegria!


Em abril de 2009, Paquita veio morar em minha casa, fazendo parte da minha feliz matilha. Foi uma alegria geral a permanência dela conosco, Pink foi a mais beneficiada, porque, com a companhia ruidosa e sapeca da nova irmazinha, foi se curando , cada vez mais, da ciumeira que a fazia tão agressiva comigo, arredia e mal humorada com Pituxa.


As brincadeiras com Pink e com Pituxa rolavam o dia inteiro. Só sossegavam para dormir. Paquita parecia gostar igualmente das outras duas, mas se comportava como se fosse a mãe de Pituxa.


Gostava de lamber a carinha da pequenina , como fazem as cadelas com seus filhotinhos. Era enternecedor ver o comportamento protetor dela com Pituxinha.


Com três peludinhas em casa, meu trabalho redobrou, mas adoro fazer tudo para elas, inclusive adestrá-las para não sujarem a casa, usando os tapetinhos  que disponibilizo para que façam suas necessidades. Todas aprenderam, sem muito tempo gasto, a fazer as coisas certinhas. Claro, que vez por outra, esqueciam os bons modos e sujavam o piso. É normal que isso aconteça...


Paquita adora brincar com bichinhos de pelúcia, inclusive com as irmãs, naquele pega-pega disputando o brinquedo. Adora meu colo e dormir na caminha dela, no meu quarto.
Não tem como não amar essa peludinha ?...

11 de outubro de 2014

Pink adulta e faceira.

Pink já é uma peludinha adulta. Continua voluntariosa e muito independente. Adora brincar com gatos e cachorrinhos do mesmo porte dela.

                     
Pronta para o passeio.


Coisinha mais linda!


Mimosa demais!


Pink adulta e faceira.

Pink já é uma peludinha adulta. Continua voluntariosa e muito independente. Adora brincar com gatos e cachorrinhos do mesmo porte dela.

                          No  Pet, preparando-se para a tosa e o banho.

Tosada e com o lacinho na cabeça. 

Fazendo pose para a foto.

Pronta para o passeio.


Coisinha mais linda!


Mimosa demais!


Finalizando a toillete...