[Valid RSS] Patinhas na Web: Os ciúmes de Pink...

1 de outubro de 2014

Os ciúmes de Pink...



Quando resolvi ter mais uma cadelinha em casa, achei uma ótima ideia, pois sentia que Pink estava muito solitária e, também, precisando de uma companherinha para mais brincadeiras e animação. Além disso, havia a minha frustração devido ao comportamento de Pink em relação à minha pessoa, principalmente a rejeição dela pelo meu colo. 


O que não imaginava era ter de encarar o ciúme dela de mim, manifestado numa sistemática indiferença por minha pessoa e por Pituxa, a irmãzinha, uma mini Lhasa-Apso,  que eu trouxera para nosso apartamento. 


Pituxa ficava em busca de se aproximar, de brincar com Pink, mas era rejeitada. Eu ficava cheia de pena da bebezinha, tão pequenina, talvez sentindo falta do aconchego com a mãe e querendo se aquecer juntinho de Pink. Na foto acima, dá para ver o quanto Pituxa era miudinha, inclusive pertinho da indiferente Pink.

Nunca Pink teve o menor gesto agressivo com a filhotinha, nem rosnava para ela. Apenas se levantava e procurava um lugar para se isolar, sempre que a pequenina se aproximava. Ao mesmo tempo, ficou mais agressiva comigo, passou a não mais fazer suas necessidades no lugar habitual, passando a fazer nos tapetinhos que eu estava usando para treinar Pituxa. Passou a ficar longe de mim, talvez porque a baby não se afastava, estava sempre deitadinha aos meus pés.

A crise de ciúmes demorou quase dois anos. Começou a diminuir depois que a cadelinha do meu neto  veio ficar comigo na temporada na praia.  Pink não sentia ciúmes de Paquita. Pituxa ficou logo grudada na filhotinha, com quem passava o dia em engraçadas brincadeiras. Agora eu só tinha um colo para duas peludinhas que adoravam que eu as pegasse e acariciasse. 

Paquita com 6 meses
A presença da alegre e hiperativa Paquita foi um grande bem. Ela aplacou a ciumeira de Pink e proporcionou à Pituxa os melhores momentos de muita brincadeira e companhia. Onde uma estava, a outra também estava. Pink, aos poucos foi cedendo à insistência de Paquita para brincar, começou a interagir com a hospede sem nenhum ciúme.


Nenhum comentário:

Postar um comentário